Programação em Java: guia completo para começar

Java é uma das linguagens de programação mais conhecidas e populares do mundo, e isso ocorre porque ela é uma linguagem de programação orientada a objetos, uma das mais completas e utilizadas para o desenvolvimento de jogos e programas de computador. 

Seja para Mobile ou WEB, Java pode ser uma ótima saída. A estrutura que consiste na programação em Java é a do conceito OOP.

Por isso, é possível dizer que a linguagem começa com pacotes (seu namespace), e dentro deles estão as classes, métodos, variantes etc.

Criada na década de 1990 pela Sun Microsystem, essa linguagem é bastante utilizada pelo sistema operacional Android. Em 2008 foi adquirida pela Oracle e passou a ter mais força no mercado da tecnologia. 

Portanto, fica claro que é super importante conhecer mais sobre essa linguagem de programação, já que ela tem crescido bastante no mercado de desenvolvimento. 

Principais características e aplicações do Java

Além das características já mencionadas, podemos notar que Java também é uma linguagem tipada. Isso indica simplesmente que ela utiliza Tipagem Estática, que faz o uso de variáveis com tipos específicos. 

De maneira simples, isso quer dizer que os/as devs não irão permitir que a variável seja alterada após a sua declaração. Por isso é que, caso você mude um valor, a linha irá identificar um erro e informar. 

Outra característica importante de Java é o uso da forma intermediária de código chamada bytecode.

Esse tipo de código é interpretado pela Java Virtual Machine (JVM), e isso permite que a linguagem possa ser executada em qualquer plataforma e em qualquer sistema.

Além disso, também é possível pontuar que Java é feita com repetição, estruturas condicionais e a partir da atribuição de valores típicos da estrutura Imperativa, fazendo com que o/a desenvolvedor/a realmente possa determinar para o que a linguagem vai servir.

Para seu kit de desenvolvimento e de execução, também se usa Java Development Kit (JDP) e Java Runtime Environment (JRE). 

A sua principal utilização é na criação de jogos de computador e de sistemas de operação, mas também serve para programas de computador, automação de residências e até mesmo para máquinas industriais.

São diversas formas de utilização, já que a liberdade de poder ser usada em qualquer plataforma permite isso. 

Java x Javascript 

Apesar de os nomes dessas linguagens de programação serem bem parecidos e sua sintaxe também, Java e Javascript são coisas distintas e possuem diferenças consideráveis que as tornam impossíveis de serem confundidas na prática - inclusive porque o código Java é compilado e o do Javascript é totalmente em texto.

A principal dessas diferenças é que Java é uma linguagem orientada pelos objetos, enquanto a linguagem de Javascript é de programação interpretada.

Além disso, Java também conta com a linguagem tipada, já a Javascript não, e essa última linguagem de programação também só pode ser utilizada no browser.

Ferramentas para programar Java

Pela versatilidade dessa linguagem de programação, é possível usar ferramentas diferentes para programar Java. Dentre elas, podemos citar: JDK, Eclipse e Netbeans.

O JDK é uma das formas mais fáceis de iniciar a programação em Java, pois já possui uma linha de ferramentas e comandos para ser executada. Ele já vem com Java Runtime Environment (JRE), APIs Java e o compilador para que seja possível desenvolver os aplicativos.

Mesmo sendo uma ferramenta útil, a maioria dos/as programadores/as preferem a interface visual de um IDE, como o Eclipse e o Netbeans, pois possuem funcionalidades adicionais que sofisticam o uso. 

O Eclipse, por exemplo, permite que o/a programador/a seja capaz de organizar os códigos-fonte em projetos, fazendo com que eles sejam testados e compilados - além de armazenados em arquivos específicos dos projetos, seja qual for o repositório escolhido. 

Programação em Java orientada a objetos

Ao trabalhar com classes e objetos, esse tipo de linguagem de programação é capaz de utilizar métodos e atributos para a criação de diversos objetos a partir desses conceitos. 

Essa é uma das principais características de Java, e também um dos motivos pelo qual muitas pessoas consideram que essa é uma linguagem relativamente simples de utilizar, já que tem uma estrutura bem definida e regras claras.

Esse assunto pode ser bastante aprofundado, já que existem várias formas de usar essa programação.

Por que usar Java?

Se você quer trabalhar na área de programação, aprender a usar Java é essencial. Essa é uma das linguagens mais utilizadas no mundo, além de ser bastante versátil, super procurada por empresas e ainda ter um mercado amplo de atuação.

Outra grande vantagem de utilizar Java são os frameworks, que podem ser usados durante a aplicação para aumentar as opções de trabalho nos projetos.

Dentre esses frameworks, é possível citar, por exemplo, o Spring, Quarkus, JSF e Micronauts, que conseguem oferecer várias utilizações diferentes. 

A versatilidade de Java também permite que os/as programadores/as possam fazer aplicações para web, TV Digital, mobile e outros.

É justamente essa liberdade de trabalhar com vários dispositivos diferentes que também faz com que a linguagem seja tão buscada no mercado. 

A comunidade de programadores/as que usam Java também é muito forte e, por isso, há várias dicas disponíveis em toda a internet que, com certeza, podem ajudar bastante quem está começando agora - ou quem quer se aprofundar ainda mais no assunto. 

twitterfacebooklinkedinyoutube-playinstagram