O que é Typescript?

Typescript é um conjunto de ferramentas que adiciona melhorias aos projetos desenvolvidos e escritos em código JavaScript.

Ele pode ser compreendido como um superconjunto de soluções e recursos que não são nativos da linguagem, mas que podem tornar o trabalho de programação muito mais eficiente e dinâmico. 

O desenvolvimento do Typescript começou por volta de 2012, com os esforços de um time da Microsoft.

A ideia era justamente turbinar a linguagem JavaScript com recursos que pudessem aperfeiçoar a experiência dos/as desenvolvedores/as. 

O resultado desse trabalho foi um superset extremamente útil, que, com certeza, pode agregar muito à sua atuação como desenvolvedor/a.

Confira aqui algumas informações importantes sobre o typescript e seus incríveis recursos que suportam a Programação Orientada a Objetos!

Como funciona o Typescript?

O Typescript oferece várias vantagens para os/as desenvolvedores/as. Ao garantir acesso a recursos complexos, como a orientação a objetos e a tipagem estática, ele aprimora a experiência de desenvolvimento, melhora a performance e aumenta as possibilidades dos/as profissionais da área.  

Na prática, o Typescript não pode ser considerado uma linguagem de programação nova, mas sim um superset que aumenta de forma considerável a produtividade dos projetos executados em JavaScript.

Sendo assim, se você trabalha com desenvolvimento web, vale a pena conhecer mais de perto como esse recurso funciona. 

Para te ajudar a começar a compreender as capacidades do Typescript, é importante dizer que ele chega para sanar algumas limitações da linguagem JavaScript.

Esse superset de código aberto funciona basicamente adicionando recursos de tipagem estática à linguagem JavaScript. 

Ao escrever os códigos em Typescript, o/a desenvolvedor/a tem seu trabalho bastante simplificado em termos de sintaxe, mas o código será transcompilado em JavaScript. 

Diferenças entre Typescript e JavaScript 

As principais diferenças entre Typescript e JavaScript são: 

  • O Typescript é uma linguagem estática, enquanto JavaScript é uma linguagem dinâmica; 
  • No Typescript, o/a desenvolvedor/a encontra uma orientação a objetos, já em JavaScript a programação é estruturada;
  • Typescript emprega Decorators e JavaScript usa funções construtoras.

Uma informação importante é que todas as aplicações e sites desenvolvidos em Typescript têm as funcionalidades necessárias para serem executados tanto do lado do servidor quanto do lado do cliente, o que é algo muito positivo.  

Principais vantagens do Typescript

Além de agregar ferramentas e recursos que não estão nativamente disponíveis em JavaScript, o Typescript também oferece outras vantagens.

Ele melhora a produtividade de projetos realizados em larga escala e oferece a correção de erros no exato momento do desenvolvimento, ou seja, em tempo real. 

Outro ponto positivo é que o Typescript possui código aberto e, por isso, ele está sempre em aprimoramento pela comunidade de desenvolvedores/as.

Além disso, ele tem como base os padrões ES6 (ECMAScript), uma especificação de linguagens de script. 

O superconjunto pode ser usado no desenvolvimento mobile e também garante mais suporte para a programação orientada a objetos. Qualquer código em JS pode ser colocado em Typescript, na extensão .ts.

Principais conceitos e aplicações

O Typescript dá uma boa turbinada nas possibilidades que o JavaScript oferece. Durante o desenvolvimento, a sua sintaxe se destaca por ser suportada pelos principais editores modernos de códigos.

Essa modificação do JS permite que qualquer projeto escrito em JavaScript possa ser trabalhado diretamente no Typescript. Assim, as atualizações se tornam mais eficientes. 

Além disso, no Typescript é possível inserir interfaces e tipagem estática à programação. Os principais conceitos desse superset são: 

Encapsulamento – Oferece mais acessibilidade e visibilidade aos elementos internos de cada classe.

É uma característica da estruturação dos códigos que permite que o/a desenvolvedor/a defina quais atributos de classe poderão ser vistos pelos usuários externos. 

Herança – Consiste na capacidade de uma classe filha herdar ou não as características de uma classe pai. Com esse recurso, o Typescript facilita a escrita de códigos baseados em heranças. 

Polimorfismo – É um recurso que possibilita o uso diferenciado de objetos dentro da programação. 

Abstração – Esse conceito está relacionado à capacidade de dar destaque a algumas características específicas dos elementos do mundo real, algo que é bastante relevante dentro da programação orientada a objetos. 

Todos esses conceitos precisam ser estudados a fundo pelos/as desenvolvedores/as que querem melhorar a produtividade de seus projetos com o uso de Typescript.

Em um curso ou mesmo nas comunidades e fóruns que tratam de Typescript é possível obter boas noções sobre as ferramentas do superset, além de tirar dúvidas mais pontuais. 

Typescript e JavaScript

Como ferramentas de desenvolvimento, Typescript e JavaScript têm uma relação direta. Quem já trabalha com JS pode ganhar muito ao dominar também o uso de Typescript.

Uma das principais vantagens é conseguir descobrir erros no projeto de forma mais fácil e corrigi-los com mais efetividade e fluidez. 

De uma forma geral, é possível dizer que, com o Typescript, os/as desenvolvedores/as conseguem criar aplicações mais seguras.

Ou seja, esse superconjunto de recursos potencializa tudo o que JavaScript oferece e ainda agrega funcionalidades que ajudam a construir sistemas complexos de uma maneira bem mais facilitada e simples. 

Typescript tem uma tipagem forte e sana várias deficiências de JavaScript. Isso significa que o superset tem tipos inferidos de maneira implícita, mas que também podem ser explicitados. Os tipos mais empregados em Typescript são: 

  • Number;
  • String;
  • Boolean;
  • Any;
  • Array.

O trabalho de desenvolvimento web feito com Typescript se torna incrivelmente dinâmico graças às funcionalidades que ele oferece. Para usar esse superconjunto de recursos, é preciso fazer a instalação do NodeJs, um software multiplataforma que executa os códigos de JavaScript. 

Conclusão 

Como você pode ver, são muitos os motivos para começar a usar o Typescript. Esse superconjunto de ferramentas é capaz de aprimorar a performance de vários tipos de projetos, além de garantir códigos escritos com uma sintaxe de compreensão fácil. 

A dica é conhecer o superset e explorar todos os seus recursos, principalmente se você já trabalha com JavaScript e deseja escrever códigos com uma arquitetura aprimorada. 

Quer saber mais sobre a área de programação e tudo o que é importante para se destacar nesse mercado? Então, aproveite para ler esse outro artigo do nosso blog, com tudo o que você precisa entender sobre lógica de programação.  

twitterfacebooklinkedinyoutube-playinstagram