O que é TI e o que faz um profissional dessa área?

Você já deve ter ouvido falar muito sobre TI. Afinal, essa é uma área de atuação que está intimamente relacionada com a nossa era digital e com todas as tecnologias que utilizamos diariamente. Mas você sabe o que TI significa e o que faz um/a profissional que atua neste mercado? 

TI é a sigla para “Tecnologia da Informação”. Basicamente, essa é uma área que objetiva facilitar o modo como nós lidamos com as tecnologias. Ou seja, é um campo de estudo e operação que analisa e gerencia hardwares, softwares, sistemas e bancos de dados capazes de agilizar e otimizar as estratégias dos negócios modernos. 

De uma forma geral, a área de TI engloba todos os recursos tecnológicos e de processamento de dados e informações que fazem parte da rotina de uma empresa, e isso inclui computadores, servidores, softwares, redes de internet, e-mails e outras soluções. 

Só pela descrição da área de TI já dá para perceber o quanto ela é importante e estratégica, não é mesmo? É por isso que nesse conteúdo vamos desbravar o universo da tecnologia da informação e mostrar para você por que o momento é tão estratégico e promissor para quem decide trabalhar nesse mercado. 

Por que TI é tão importante?

Agora que você já sabe um pouco sobre a função da Tecnologia da Informação, é possível imaginar o tamanho de sua importância dentro de uma empresa ou corporação. 

É quase impossível pensar em um negócio que funcione sem utilizar os recursos de TI, até mesmo no mercado das pequenas empresas. 

Quando uma organização tem uma estrutura de TI bem planejada, as chances de essa empresa crescer no mercado e se tornar mais competitiva aumentam muito. Isso porque os benefícios do investimento em um sistema de tecnologia da informação são bem evidentes.  

Uma das grandes vantagens da TI para as empresas é a segurança, principalmente no que diz respeito ao armazenamento de dados e arquivos importantes, sigilosos e estratégicos. 

Além disso, a área de TI proporciona também uma comunicação mais eficaz e um aumento na produtividade, já que seus sistemas otimizam o tempo de realização de certas atividades operacionais. 

Se você parar para analisar a realidade de uma empresa atual vai perceber que tudo está diretamente relacionado à capacidade de operação da área de TI. Do acesso a uma rede a partir do computador até o envio de um e-mail breve, tudo depende das soluções de tecnologia da informação. Falando assim, dá para entender por que o mercado está tão aquecido para profissionais da área. 

O que precisa estudar para entrar na área?

Para se tornar um/a profissional na área de TI, é recomendado, mas não obrigatório, ter a formação em um curso de Gestão de Tecnologia da Informação. Existem formações de dois anos que conferem o diploma nessa área. 

Algumas das principais disciplinas do curso são: Engenharia de Software, Arquitetura e Redes de Computadores, Empreendedorismo, Banco de Dados, Gestão de Serviços em TI, Governança de TI, Gestão de Processos, entre outras. 

Hoje, existem muitos cursos online que preparam os/as profissionais de maneira super completa para trabalhar com TI, desenvolvimento e programação (o curso de dev da Gama Academy é uma boa pedida). 

Além disso, há também várias opções de cursos técnicos para quem deseja trilhar a carreira profissional em TI. O Ministério da Educação (MEC) criou uma lista com dez opções de cursos. Dá uma olhada: 

  • Técnico em Computação Gráfica;
  • Técnico em Desenvolvimento de Sistemas;
  • Técnico em Informática;
  • Técnico em Informática para Internet;
  • Técnico em Manutenção e Suporte em Informática;
  • Técnico em Programação de Jogos Digitais;
  • Técnico em Redes de Computadores;
  • Técnico em Sistemas de Computação;
  • Técnico em Sistemas de Transmissão;
  • Técnico em Telecomunicações.

Quem se forma em um curso superior de TI acaba tendo uma bagagem mais completa e está preparado/a para trabalhar como analista de tecnologia da informação. Neste caso, as principais áreas de atuação são: segurança da informação, infraestrutura e hardware, análise de sistemas, suporte técnico, desenvolvimento full stack, administração de redes de computadores e outras. 

Diferenças das principais áreas de desenvolvimento;

Como a gente já destacou, existem diferentes áreas de atuação para um/a profissional de TI no mercado de trabalho. Na área de desenvolvimento de softwares e aplicações web, por exemplo, os/as profissionais podem optar pela especialização em programação full stack, back-end ou front-end. Veja as diferenças: 

Desenvolvimento Full Stack – É uma formação mais completa e complexa, que engloba tanto o trabalho front-end quanto o back-end. Ou seja, o/a profissional é capaz de entregar um projeto completo, do começo ao fim, passando por todas as camadas do desenvolvimento de uma solução. 

Desenvolvimento Front-End – Prepara o/a desenvolvedor/a para trabalhar na interface do usuário, criando as páginas com as quais as pessoas vão interagir em uma solução web. 

Desenvolvimento Back-End – É uma formação específica para quem vai trabalhar no lado do servidor, garantindo a segurança das aplicações e o tratamento das requisições. 

Cargos importantes da área de TI

- Gestor de TI: é responsável por organizar os fluxos de trabalhos tecnológicos. Faz a gestão de softwares, hardwares e coordena os times com foco na otimização dos processos dentro das empresas. 

- Suporte Técnico em Informática: esse tipo de serviço definitivamente não pode faltar em uma empresa. O/a profissional cuidará para garantir o funcionamento dos equipamentos de computação, fará a formatação das máquinas e também auxiliará em qualquer problema que surgir nos sistemas instalados na empresa. 

- Desenvolvimento de Softwares: esse setor cria e desenvolve aplicativos, sistemas operacionais ou programas de computador. Para isso, o/a profissional deve se manter atualizado/a sobre as necessidades do mercado. 

- Administrador de Redes: é responsável por manter e garantir o funcionamento das redes de computadores e internet, além de cuidar das atividades que estão ligadas à comunicação e gestão de dados. 

- Administração de Banco de Dados: esse/a profissional organiza o banco de dados de uma empresa, com foco na otimização das configurações e softwares, na segurança e no acesso às informações necessárias no dia a dia. 

- Segurança da Informação: é responsável por manter a segurança e a integridade de todos os dados da empresa. Esse/a profissional é especialista em sistemas que previnem possíveis ataques de hackers e outras invasões ou fragilidades nas redes.

Essas são apenas algumas das possíveis ocupações na área de TI. Como já mencionado, esse campo é bastante amplo e diversificado. Por isso, se destaca quem tem a capacidade de agregar todas as hard e soft skills que as empresas mais valorizam, como: 

  • Capacidade de inovar;
  • Trabalho em equipe;
  • Domínio das soluções tecnológicas e computacionais; 
  • Perfil analítico;
  • Vontade de se manter sempre atualizado/a;
  • Entre outras habilidades. 

Formação

TI está sendo considerada uma das áreas mais promissoras da atualidade. Durante um estudo em 2020, o LinkedIn identificou que esse campo de atuação se encaixa entre as “Profissões Emergentes”. Além da grande demanda por profissionais qualificados/as, a faixa salarial é muito boa. 

E não é apenas quem cursa Tecnologia da Informação que pode trabalhar com TI. Outros cursos também oferecem os conhecimentos necessários para se tornar um/a profissional da área. Confira abaixo:

- Engenharia da Computação: é um curso com duração de 5 anos, que foca no desenvolvimento de softwares e hardwares.  

- Ciência da Computação: bacharelado com duração de 4 anos, que prepara os/as profissionais para o desenvolvimento de softwares, gerenciamento de equipes e instalação de sistemas de computadores. 

- Sistema de Informação: forma profissionais para atuarem na administração de fluxos de dados e desenvolvimento de sistemas diversos. Além do bacharelado, esse curso também pode ser técnico.

- Análise e Desenvolvimento de Sistemas: é uma formação que prepara o/a profissional para projetar, desenvolver e atualizar sistemas de informações. 

Esse é um bom momento para fazer a migração de carreira para TI. Além de ser uma área dinâmica e em constante crescimento, os/as profissionais de tecnologia da informação estão entre os/as mais valiosos/as e cobiçados/as do mercado. Acredite, estão sobrando vagas na área!

Só para ter ideia, uma pesquisa da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação (Brasscom) estima que o setor contrate cerca de 420 mil profissionais até 2024. Que tal ser um/a deles/as?Bom, agora que você já sabe bastante sobre TI, aproveite para ler sobre as linguagens de programação mais valorizadas pelo mercado. E não deixe de conhecer o curso Dev Full Stack da Gama Academy!

twitterfacebooklinkedinyoutube-playinstagram