Como criar um logotipo?

Criar um logotipo é um processo que exige pesquisa e que demanda tempo.

Não basta reunir elementos gráficos de forma aleatória. É necessário ter em mente que o logo será parte central de todas as estratégias de comunicação visual da empresa.

Por isso, ele precisa representar os conceitos e ideias transmitidos pela marca, além de sua personalidade. 

O logo também é o principal componente do manual de identidade da empresa. Ele ajuda a conectar os/as clientes à mensagem que sua marca deseja transmitir. 

Sendo assim, para criar logotipo é preciso observar os concorrentes diretos do mercado, fazer uma pesquisa sobre o público-alvo e suas preferências, saber quais são os valores, a cultura e missão da empresa e realizar um processo de brainstorming para gerar insights e ideias originais e adequadas à proposta da empresa. 

O segundo passo é estabelecer uma linha de raciocínio e fazer rascunhos com todas as ideias.

Os primeiros desenhos, feitos à mão, podem dar uma boa dimensão daquilo que faz sentido para a empresa e seu posicionamento de mercado. 

Diferença entre logotipo e logomarca?

Muita gente usa as palavras logotipo e logomarca como sinônimos. Na verdade, são coisas diferentes dentro do projeto de identidade visual, apesar de estarem conectadas no objetivo final de comunicar a mensagem da empresa. 

De uma maneira bem direta e didática, a gente pode dizer que logotipo corresponde à parte escrita estilizada do logo, enquanto logomarca diz respeito ao desenho ou símbolo gráfico. 

Juntos, esses dois elementos formam o logo da empresa, mas é importante ressaltar que eles não precisam aparecer necessariamente juntos nas comunicações.

Quando uma marca se torna muito famosa e bem-sucedida, ela pode facilmente dispensar a parte escrita do seu nome e apresentar ao público apenas o símbolo ou ícone que a representa. 

A importância de um logotipo

O logotipo é muito importante. Ele é usado em todas as formas de comunicação de uma marca, seja nas redes sociais, nas embalagens de produtos, em cartões de visitas, campanhas de TV e mídias impressas e ações institucionais. 

Essa composição gráfica tem muito impacto e influencia o posicionamento de mercado e o reconhecimento de marca.

Um logotipo que se comunica bem com o público acaba ajudando a empresa a crescer mais rapidamente. 

Dicas para criar um logotipo

Agora, vamos à parte prática, com as dicas para criar um logotipo. 

1 – Faça um bom planejamento 

A etapa de planejamento é muito importante no trabalho do/a designer. É preciso saber qual o objetivo da empresa, avaliar os estilos de logotipo que estão em alta no mercado, buscar boas referências, conhecer o público-alvo e a personalidade da marca. 

Todos os conceitos e ideias visuais devem ser considerados, para que seja possível chegar ao design que mais agrade à empresa e aos clientes.

Realizar um teste com consumidores/as reais pode ser interessante para conhecer as preferências e criar um logotipo. 

2 – Escolha da fonte

Todos os elementos gráficos são relevantes na composição do logotipo. Por isso, a escolha da fonte deve ser cuidadosa.

A tipografia deve estar alinhada à mensagem que será transmitida. Em geral, as fontes sem-serifa são as que se encaixam melhor em projetos de logotipos minimalistas e mais modernos. 

Mas se você quer entender um pouco mais como escolher a melhor fonte para seu projeto, dá uma olhada nesse conteúdo que desenvolvemos recentemente sobre tipografia.

3 – Fique atento/a a todos os elementos

Lembre-se que o logotipo é a composição visual formada por paleta de cores, tipografia, ícone e estilo.

Fique atento/a a todos esses elementos na hora da criação, para que eles mantenham harmonia entre si. 

4 – Psicologia das cores

Entender a psicologia das cores é um ponto extra no desenvolvimento do logotipo. Alguns tons despertam emoções específicas e certas combinações de cores são mais agradáveis à visão. 

Além disso, as tonalidades podem agregar muito ao projeto quando são usadas com alto contraste. Estude sobre o assunto e escolha usar uma cor dominante e outras tonalidades secundárias. 

5 – Menos é mais

Desenhos e ícones simples são mais fáceis de serem compreendidos e memorizados pelo público-alvo.

Evite fazer um logotipo visualmente poluído, aposte no minimalismo e nas formas simples e fluidas para ter um projeto atemporal. 

Ferramentas para criar um logotipo

Existem várias ferramentas que podem ser usadas para criar logos, e algumas delas são realmente adoradas pelos/as designers.

Separamos alguns recursos que podem ser utilizados e devem te ajudar em suas tarefas diárias: 

Adobe Illustrator

Essa costuma ser a ferramenta número um dos/as designers. O Illustrator é um dos editores de imagens vetoriais mais famosos do mercado e possui recursos incríveis. 

Canva

Também é uma ferramenta bastante interessante para a criação de logo. É intuitivo e funciona com os comandos arrastar e soltar. Tem muitos ícones e símbolos disponíveis. 

Photoshop

É uma ferramenta amplamente utilizada em projetos de identidade visual e logotipos. É possível trabalhar com vários estilos de cores, fontes, símbolos e parâmetros. 

CorelDRAW

É outro programa bastante popular entre os/as designers. Possui um recurso LiveSketch que permite a criação de ilustrações feitas à mão, além de vários outros recursos interessantes. 

Agora, se você é iniciante no universo do design de logotipos, existem vários aplicativos, ferramentas e sites que podem ser usados para o desenvolvimento de projetos de maneira mais simples, como Logaster, Adobe Photoshop Sketch, Logo Maker, InstaLogo, entre outros. 

twitterfacebooklinkedinyoutube-playinstagram