Web designer x Web Developer: qual a diferença?

No campo da tecnologia, é bastante comum ficar em dúvida sobre o que cada área faz ou qual deve seguir.

O Web Designer e o Web Developer, por exemplo, desenvolvem funções bastante complementares e podem soar muito parecidos. No entanto, há diferenças significativas entre esses campos, e iremos falar mais sobre essas carreiras aqui!  

O que é um web designer e o que é um desenvolvedor web?

O Web Designer é o responsável pelo visual de um site ou página web. Para realizar essa atividade, é preciso ter um bom domínio dos conceitos de design e saber usar os conhecimentos de UX (User Experience) e UI (User Interface). Além disso, é muito importante saber criar uma identidade visual, fazer design de interfaces e trabalhar com edição visual.

Nesse sentido, cabe ao Web Designer toda a parte de planejamento e criação da aparência de um produto digital, além da manutenção de interfaces digitais pensando nos conceitos de design.

É preciso, de um modo geral, garantir um aspecto atraente e agradável na construção das páginas. Na prática, o Web Designer realiza o layout das soluções. 

O Web Developer, por sua vez, realmente toma esse projeto feito pelo Web Designer e cuida da parte da codificação, para que seja possível desenvolver a interface gráfica. Esses/as profissionais, portanto, devem ter conhecimentos na área de programação.

De maneira bastante resumida, podemos dizer que os/as Web Designers escolhem a aparência do site, enquanto os/as Web Developers transformam essa visão em um site totalmente funcional. 

Aplicação do Web Design em um projeto

Pensando de forma mais prática, notamos que os/as desenvolvedores/as de design dão uma visão mais criativa ao projeto e são mais focados na parte visual. Eles/as cuidam da estética das páginas. 

Os/as profissionais se dedicam a criar interfaces digitais que sejam eficazes para capturar o usuário e manter sua atenção. Em sites, por exemplo, geralmente o Web Designer é quem deve criar ferramentas para chamar a atenção do usuário para as ações de comprar, se cadastrar, assinar ou ler outras matérias. 

Pode parecer fácil, mas, na verdade, é um trabalho bastante complexo e que exige muita pesquisa, testes e validações para chegar a um bom resultado.

Não é possível apenas escolher aleatoriamente um layout agradável e uma boa paleta de cores. É preciso pensar em como essas escolhas impactam na compreensão da marca.

É importante considerar, nesse sentido, o quanto as escolhas estéticas vão acrescentar à identidade visual e como isso poderá ajudar os/as clientes.

Os Web Designers também devem ser capazes de projetar experiências suficientemente personalizadas, para atender às necessidades dos usuários.

Desenvolver um produto digital cheio de referências estéticas é uma ótima pedida para quem trabalha com essa área. Os chamados “mood boards”, que contêm esse tipo de coleção, guardam uma série de elementos visuais que vão ajudar você a se inspirar e a criar melhor. 

Aplicação do Web Developer em um projeto

Uma razão para as confusões entre esses dois campos de trabalho é que, durante a atuação em um projeto, Web Developers geralmente ficam bem próximos de Web Designers.

O trabalho deles/as, de fato, está bastante relacionado, já que o/a Web Developer deve dar funcionalidade ao visual pensado pelos/as Web Designers.

Nesse sentido, o ideal é que haja bastante diálogo entre as duas partes, pois Web Developers devem informar aos/as Web Designers sobre a funcionalidade do que eles/as estão criando.

Em geral, podemos dizer ainda que Web Developers trabalham com os elementos criados sobre a estrutura do site, modelo do projeto e protótipos. Tudo isso é codificado, a partir da programação, e transformado em algo prático.

Não adianta também que um/a desenvolvedor de design apenas crie algo esteticamente agradável, mas que não possa ser programado devido a questões técnicas ou financeiras. 

Ferramentas de desenvolvimento

Os/as Web Designers, para desempenharem suas atividades, precisam saber mexer em uma série de ferramentas. Entre elas, podemos citar o Adobe Photoshop, o software de edição de imagens mais conhecido do mundo. Nele, é possível criar ilustrações, animações, fazer tratamento de fotos e criar layouts, além de várias outras funções.

O Adobe Illustrator também é muito importante. Essa ferramenta atua na criação de imagens vetoriais e serve para desenvolver ilustrações, livros, panfletos, folhetos, banners e layouts.

O Adobe Fireworks também é bastante utilizado. Ele serve para fazer compressão de imagens, criar e editar imagens para web e ainda criar links.

Para Web Developers, também é muito importante o uso de IDEs e Editores de textos, para codificar os sites e fazer alterações nas interfaces digitais, além de oferecerem funções que não necessitam da troca frequente de aplicativos. 

Os Front-end Frameworks também são bastante interessantes, porque são pacotes com códigos pré-escritos e padronizados em arquivos e pastas, ajudando na organização e na produtividade.

Dominar as principais linguagens de programação também é importante para os/as desenvolvedores/as web, como Java, PHP, CSS, JavaScript e Python. 

Tendências no mercado

Com o mundo cada vez mais imerso no meio digital, cada vez mais essas duas funções serão imprescindíveis para as marcas e para a melhoria da experiência dos usuários de produtos digitais. Para que isso aconteça da melhor maneira, ambas as funções devem estar conectadas e trabalhando juntas. 

No mercado dos/as Web Designers e dos/as Web Developers, vê-se que a tendência é criar ainda mais ferramentas para aumentar a interatividade e a colaboração entre os times. A acessibilidade também é um diferencial ao qual essas duas áreas devem estar atentas na hora de desenvolverem seus trabalhos.

Para 2021, os sites devem seguir apostando em realidade aumentada, deslizamento horizontal, modo escuro e também ilustração em 3D. Essas inovações têm cada vez mais chamado a atenção do público e atraído mais clientes e usuários para as páginas.

Para saber mais sobre como entrar na carreira de Web Designer, que está tão em alta, leia nosso post do blog sobre UX designer. 

twitterfacebooklinkedinyoutube-playinstagram