Copywriting - saiba como vender mais com textos convincentes

Várias empresas já entenderam a importância da produção de conteúdo e das ações de marketing digital para atrair e engajar clientes, converter vendas e conquistar relevância online. Uma das áreas que mais tem crescido nos últimos anos é justamente a de copywriting, com uma alta demanda por profissionais. 

Contar com times preocupados em produzir textos interessantes, informativos, atraentes e persuasivos é uma forma de vender mais. Os/as clientes em potencial estão, o tempo todo, em busca de informações sobre produtos e serviços, e os negócios com as melhores publicações conquistam grande parte deles/as.

A boa notícia é que existem técnicas de copywriting que são muito eficientes e aplicáveis, para que a comunicação escrita seja realmente agradável para o/a leitor/a, com uma linguagem fluida e um formato voltado a UX – User Experience (veja um case bacanudo aqui). 

É importante também que a copy (texto produzido no copywriting) atenda aos parâmetros de SEO, chame a atenção do público e convença a uma ação ou conversão. Quanto mais convincente o texto for, maiores são as chances de a empresa efetuar uma venda. 

Você, como cliente que diariamente recebe e-mail marketing, já deve ter notado que alguns títulos são tão engraçados ou criativos que despertam sua curiosidade a ponto de você abrir a mensagem para ver o que está escrito lá.

Esses dias, recebi um remarketing desse tipo, provavelmente escrito por um time de copywriting bem envolvido com as técnicas mais modernas do ramo. Era algo mais ou menos assim:

Título: Café é como o amor – Nunca frio. Quer dar uma olhada?

Tinha outro bem legal também, que vale a pena citar: 

Título: O outro lado da moeda – E das outras coisas... Veja o que separamos para você!

Em alguns casos, o velho e bom “você não vai perder essa novidade que separei para você” já funciona! Mas é sempre melhor quando a gente consegue criar um texto bem original, né?

Fiquei imaginando o que tinha dentro destes e-mails que citei e acabei abrindo para descobrir a mensagem. Ou seja, uma conversão foi realizada através do bom trabalho de copywriting.

Quero deixar claro que o material produzido com copywriting funciona em inside sales e marketing digital, desde que seja preparado com a perspicácia necessária para atingir o público e causar o efeito realmente esperado.

O que é Copywriting?

Os textos para copywriting são elaborados justamente para convencer o/a leitor/a a realizar uma ação que você deseja: baixar um vídeo, ouvir um áudio, abrir um e-mail marketing, assinar uma newsletter, comprar um produto ou ficar bem informado/a sobre o serviço que uma empresa oferece.

O copywriting produz conteúdo para engajamento dos/as leitores/as, utilizando técnicas de comunicação mais assertivas para atrair o público e quebrar objeções, especialmente no processo de compra.

Os conteúdos de copywriting são persuasivos e  elaborados  para os mais diferentes tipos de estratégias em vendas e marketing digital, tais como:

  • Geração de Leads;
  • Produção de textos para blog;
  • Chamadas e ações nas redes sociais;
  • Newsletter;
  • E-books;
  • Cartas de vendas;
  • Roteiros de vídeos;
  • Slogans;
  • E-mail marketing;
  • Conteúdos institucionais para sites;
  • Artigos para publicações impressas;
  • Entre outros.

Costumo dizer que o/a copywriter está preparado/a para escrever sobre todo tipo de assunto e em qualquer plataforma. Ele/a fará um cardápio criativo e diferente para um restaurante em uma noite e, na manhã seguinte, criará um artigo bem denso sobre uma área técnica, como TI – Tecnologia da Informação. Chamamos esse/a tipo de profissional de redator/a generalista, que consegue escrever sobre absolutamente tudo!

A técnica de copywriting é usada em ambos os casos para vender uma ideia, um produto ou um serviço, para auxiliar as pessoas a tomarem uma decisão. Quando isso acontece, podemos comemorar, pois as possibilidades de gerar vendas aumentam consideravelmente!

Técnicas de copywriting

As boas práticas de copywriting foram desenvolvidas para que o Marketing de Conteúdo e o Inbound Marketing sejam implementados para oferecer informação de qualidade para uma audiência, sem fazer propaganda escancaradamente.

Logo, o primeiro objetivo do conteúdo é gerar valor para o/a cliente e, se for possível, fazer menção de forma sutil a um produto ou serviço que esteja ligado ao assunto.

Texto de qualidade e com bastante informação

Uma das técnicas de copywriting mais importantes é produzir um texto bem informativo, com gramática correta, que tenha linguagem apropriada para o público e detalhes técnicos. Quanto mais raso for o conteúdo, maiores são as chances de o trabalho do copywriting não gerar as vendas esperadas. 

Se for o caso, para melhorar a sua estratégia de vendas, você pode convidar um/a copywriter especialista para produzir um conteúdo mais profundo para sua marca, com riqueza de detalhes, autoridade e propriedade.

Conteúdos originais

O bom trabalho do copywriting envolve ter ótimas sacadas, pensar em formas diferentes de oferecer um produto ou serviço e criar uma abordagem que saia do padrão oferecido por outras empresas.

Se o seu time de Marketing de Conteúdo conseguir essa proeza, muitas vendas podem ser geradas por meio de um texto de copy. 

Veja os exemplos dos e-mails marketing acima: eles tentaram ser criativos e mais ousados, então se destacaram em uma imensidão de mensagens desinteressantes que recebo todos os dias no meu inbox. 

É claro que a mensagem e a linguagem precisam combinar com o produto e o público, não pode haver discordância. 

Provavelmente, os e-mails que usei de exemplo não seriam bons o suficiente para vender serviços médicos, mas tenho certeza de que, até mesmo para a área da saúde, o copywriting precisa elaborar algo novo para atrair os/as leitores/as. Originalidade e autenticidade são muito importantes dentro do copywriting.

Criar uma buyer persona

O time de copywriting precisa saber quem está interessado no produto ou serviço, para quem a mensagem está sendo desenvolvida. A dica é mirar em uma buyer persona, que pode ser criada e partir dos critérios abaixo:

  • Saber o que o público gosta;
  • Quais são suas dores;
  • A idade, como se comporta e fala;
  • Principais objeções da persona;
  • Expectativas e desejos com relação ao serviço ou produto.

O time de marketing digital deve criar a persona através de testes e pesquisas, usando dados sólidos obtidos por meio de relatórios.

Textos conversados criam uma experiência mais agradável

O que é um artigo de blog ou um roteiro para vídeo? No fundo, o trabalho do copywriting, na maioria dos casos, é desenvolver uma boa conversa, criar um papo interessante, repleto de ideias, informações, comparações, exemplos, experiências pessoais e histórias.

Para estratégias de Inbound Marketing, os textos de copywriting que possuem um estilo mais descontraído e informal costumam fazer mais sucesso – mas é sempre importante “falar” de acordo com o perfil dos/as leitores/as.

Mostre os benefícios sempre que puder

Quando os conteúdos são criados para gerar vendas, é muito importante mostrar os benefícios e diferenciais do produto, serviço ou marca/empresa. Isso pode ser feito em posts para blog ou redes sociais, conteúdos institucionais e outros materiais criados pelos/as copywriters. 

É bem simples: deixe as vantagens em evidência, se possível crie uma lista para destacá-las no texto. Podem ser atributos de vários tipos, como preço, promoção, cartão fidelidade, qualidade superior à do concorrente, atendimento personalizado, durabilidade, inovação, etc...

Conheça bem o produto ou serviço

Falamos sobre a importância da contratação de um/a copywriter especialista para alguns conteúdos, mas sabemos que, na prática, quando estamos montando o nosso time de Marketing Digital, temos que treinar as pessoas que estão envolvidas no projeto.

Por isso, se você é um/a copywriter ou coordena uma equipe de Marketing de Conteúdo, faça reuniões e treinamentos para apresentar o produto ou serviço da empresa de forma muito explicativa para os/as geradores/as de conteúdo.

Vou dar um exemplo bem simples: como um/a redator/a vai passar veracidade ao escrever sobre ser um/a assinante Netflix se ele/a não conhece os benefícios do serviço? Ou como escrever para um restaurante japonês sem nunca ter provado um sushi?

Quanto mais contato real e direto houver entre o/a copywriter e o que ele/a está escrevendo, melhor ficará o material!

O que o copywriting deve evitar

É importante dar o enfoque para o que não deve ser feito no copywriting. Vamos lá:

  • Nunca copiar do concorrente;
  • Nunca mentir e enganar;
  • Nunca usar jargões e clichês de maneira incorreta;
  • Nunca fazer promessas falsas e tentar manipular o/a leitor/a.

Como melhorar as vendas diretamente com copywriting

Existem alguns gatilhos bem específicos que o copywriting pode usar para aumentar as vendas e conversões através de seus conteúdos. Veja:

Prova social – Para influenciar mais os/as leitores/as, use cases de sucesso, depoimentos de pessoas satisfeitas, número de clientes que gostaram do produto, etc...

Está acabando – A escassez ainda funciona muito bem em algumas estratégias de venda. Use frases como últimas unidades, promoção válida até amanhã, ganhe um bônus e vagas limitadas.

Ofertas – Mensagens como “receba o seu dinheiro de volta caso não fique satisfeito com o produto” mostram que você realmente confia na qualidade do que está vendendo.

Storytelling – Use histórias de conquistas, desafios, superações, angústias, receios e outras abordagens para atrair a atenção do público.

CTA – Faça Call to Action, com chamadas finais que incentivam a realização de uma ação, como um cadastro, ligação ou até mesmo uma compra.

Resoluções – Mostre sempre, com exemplos reais, que o produto ou serviço resolve o problema.

Autoridade – Os/as clientes compram de empresas que mostram ter autoridade no assunto, seja em seu produto ou serviço.

Pagamento – Quer vender mais? Explore no seu conteúdo a facilidade para pagamento, bem como a garantia e o acesso facilitado.

Comunidade – As pessoas gostam de se sentir parte de algo maior, então convide o público para fazer parte de uma comunidade muito exclusiva ou a maior comunidade do mundo, relacionada ao produto/serviço.

Reciprocidade – Ofereça algo de valor para seu/sua cliente, como um e-book gratuito. Acredite, ele/a vai te recompensar com uma compra cedo ou tarde.

Crenças – Criar conteúdos com base na crença das pessoas também produz ótimos resultados em vendas, como aquelas que acreditam no amor, na família ou na profissão.

E aí, gostou do conteúdo? Então compartilha com os/as amigos/as. Queremos que cada vez mais pessoas dominem as estratégias de copywriting! 😉 

twitterfacebooklinkedinyoutube-playinstagram