RH estratégico: como implementar na empresa?

Você já ouviu falar no RH estratégico? Essa pequena variação do RH tradicional pode alavancar os resultados do seu negócio e aumentar a competitividade da empresa no mercado.

Este modelo de gestão de Recursos Humanos faz dos próprios profissionais da empresa a sua estratégia, otimizando os processos e dando espaço à uma melhor organização. 

Neste post, trouxemos uma breve explicação de como essa ferramenta de gestão funciona e um passo a passo simples para fazer a implantação da estratégia. Vamos lá?!

O que é RH estratégico?

À medida que crescemos, ouvimos cada vez mais sobre expressões presentes no mercado de trabalho, um deles é “Recursos Humanos”, ou RH. Apesar de escutarmos com frequência, poucas pessoas sabem de fato do que se trata essa área.

Em uma breve explicação, ela é a responsável pela conciliação dos interesses da empresa e dos/as funcionários/as, pode-se dizer que é "quem cuida" das pessoas.

E dentre os tipos de RH, destacamos hoje o RH estratégico, que busca a motivação dos/das funcionários/as e a melhoria da efetividade dos processos.

Esse planejamento estratégico se baseia em indicadores que acompanham o desenvolvimento de ações, além das atividades tradicionais do RH.

Quais são os benefícios dessa estratégia?

Certamente, a implantação do RH estratégico fará com que sua empresa se destaque no mercado e pode trazer resultados melhores, uma vez que funcionários/as confiantes e de bom humor trarão melhorias.

Ao contrário do RH tradicional (que foca no procedimento constituído por etapas como seleção, contratação e treinamento e busca a gestão da área administrativa), o RH estratégico alinha os pontos que são foco para o tradicional com os objetivos dos setores que constituem a empresa.

O RH estratégico traz novos modos de pensar para que o aprimoramento do negócio seja real e a visão saia do tradicional. Esse modelo é ideal para a criação de um elo entre os funcionários e a estratégia da empresa.

Quais são as etapas da implementação?

Apesar de soar quase como uma utopia, a implantação não é tão simples, mas existem algumas ações para facilitar esse processo.

Quando feita do jeito certo, podemos dizer que a implementação se assemelha com o RH Online. Este representa a transformação da maneira em que a área de recursos humanos atua nas organizações.

Aqui, citaremos oito etapas para a implementação.

​1. Entenda quais são os principais indicadores organizacionais 

Procure entender como o RH estratégico pode ajudar e impulsionar cada setor, converse com cada pessoa da empresa e obtenha informações sobre as metas.

Tenha uma visão geral da missão (as respostas devem ter uma fácil compreensão). Procure ter confiança e proatividade para tornar essa “parceria” o mais efetiva possível. 

​2. Analise quais indicadores de RH se encaixam 

Procure entender como os indicadores de RH da área de gestão e gente podem se encaixar na área organizacional e como eles se afetam entre si.

Assim, você poderá alinhá-los. É necessário saber o que se pode fazer com os valores adquiridos e qual a meta a se atingir. 

​3. Articule os objetivos da área

Aqui, você pode criar hipóteses que auxiliem a área a chegar no seu objetivo. Claro, após testá-las, para garantir a medição do progresso delas .

Dessa forma, você terá um norte, uma direção, para os objetivos e as metas do negócio.

​4. Contrate pessoas compatíveis com a cultura organizacional 

Esse processo é um dos segredos das empresas de sucesso. Toda competência técnica pode ser aprimorada ao longo dos anos.

Mas quando uma pessoa é alinhada com a organização, ela pode se tornar uma chave positiva para este processo e para o time todo.

​5. Compreenda os objetivos e conheça os atuais resultados

Busque ter reuniões com a liderança e coordenação para compreender os objetivos dos departamentos e “provar” o valor da equipe e do processo de implementação do RH estratégico.

Por outro lado, entenda como está a satisfação dos/das profissionais, se a equipe está com qualidade boa e, caso não esteja, é crucial saber o motivo. Essa e muitas outras questões podem trazer à tona uma justificativa dos resultados atuais.

​6. Verifique a consistência do trabalho

Verifique se a organização trabalha na mesma intensidade e com as mesmas informações, ou seja, se a comunicação está realmente alinhada.

Veja, ainda, se os dados são compatíveis e como anda a rotatividade de funcionários/as (aqueles/as que saíram voluntariamente, foram demitidos/das e recém-contratados/das).

7. Analise dados antigos para apresentá-los em um novo formato

Aqui, é necessário ter uma apresentação clara, amigável e didática para que haja uma boa comparação e que o projeto prove ser positivo.

Tudo gira em torno de garantir que as métricas tragam impacto à equipe e que impulsionem a tomada de decisões que tenham foco em atingir os objetivos estratégicos.

​8. Mensure os resultados

Essa medição é importante tanto para garantir que as atividades tenham ligação com os objetivos gerais quanto para o monitoramento de pessoas e departamentos.

Serve para ter certeza de que ambos estejam cumprindo suas metas. Analisar e mensurar as metas liga as estratégias às operações.

Como colocar o RH estratégico em prática?

O RH estratégico deve e será cada vez mais implantado nos negócios em prol de impulsionar os resultados.

Em resumo, ele é apresentado com quatro funções: visão estratégica do negócio; análise de dados; agentes de transformação; e tecnologia de ponta. Veja os detalhes de cada uma!

Visão estratégica do negócio

A visão estratégica está relacionada com a cultura organizacional do RH, como apontado no item quatro, não se deve contratar por contratar.

Análise de dados

A análise de dados traz uma base do que cada área necessita em diferentes situações. Existem softwares que comparam os candidatos e podem lhe ajudar a poupar tempo nessa função.

Agentes de transformação

O RH, em conjunto com o setor responsável pelo endomarketing ou comunicação interna, pode desenvolver atividades dinâmicas que auxiliem na transformação e confiança dos colaboradores por meio de eventos internos, palestras motivacionais etc.

Tecnologia de ponta

Nesse âmbito, a tecnologia de ponta dá palco à revolução tecnológica com a finalidade de que as atividades sejam melhoradas ou automatizadas.

Todo esse processo de implantação do RH estratégico gira em torno de um bom planejamento, uma boa apresentação sobre o projeto para as pessoas que serão afetadas e uma organização excepcional.

Investir no RH estratégico pode mudar a forma como sua empresa é vista por dentro e por fora. Alinhar as ações com os objetivos da empresa torna mais dinâmico o processo e até as metas, podendo melhorar e facilitar todo o caminho, do início ao fim.

No mais, devem existir equipes, com pessoas previamente observadas em prol de uma melhor convivência e resultados, lideradas e engajadas de uma boa forma para que até os resultados que pareciam impossíveis possam ser alcançados.

As informações foram úteis para você? Então, continue aprimorando os seus conhecimentos! Baixe de graça o app Gama Station e tenha acesso a um acervo riquíssimo de conteúdos sobre o mercado digital!

twitterfacebooklinkedinyoutube-playinstagram